A endodontia é a área da odontologia que realiza os tratamentos e procedimentos no canal no dente, para tratar problemas relacionados com a parte central do dente, a polpa dentária. Antigamente, dentes com polpas comprometidas eram frequentemente extraídos, mas, atualmente, o tratamento de canal confere aos dentistas uma maneira segura de salvar os dentes.

A polpa dentária é o tecido mole que contém nervos, vasos sanguíneos e tecido conjuntivo. Ela está localizada no interior do dente e se estende da coroa dentária até a ponta da raiz dentária que, por sua vez, está inserida dentro do osso da maxila ou mandíbula.

Cárie avançada e a dor de dente

A dor de dente é um dos sintomas de cárie. E a cárie, já em estágio avançado, pode provocar dores maiores que, até mesmo, o próprio tratamento de canal. Isso acontece por causa da inflamação da polpa do dente. Também pode acontecer quando o dente sofreu algum tipo de trauma. Neste caso, a dor de dente ocorre nos tecidos ao redor do dente, que ficam inflamados.

O período entre a morte pulpar e a manifestação de algum sintoma pode ser longo e indolor, mas há risco de contaminação do canal, por conta de cárie avançada e não tratada, infecção e formação de abscesso. Tudo isso gera muita dor de dente e, nos casos de inflamação pulpar e necrose pulpar, a melhor solução é o tratamento de canal.

O canal no dente é um problema que precisa ser tratado ou a infecção pode cair na corrente sanguínea e o paciente pode ter sérios problemas sistêmicos. Nesse caso, esse problema foge ao dentista.

Tratamento de canal – Consultório odontológico

Normalmente um tratamento de canal é realizado em consultório odontológico. A boa notícia é que o tratamento não dói na hora. Entretanto, como ele é uma pequena cirurgia, pode causar alguns incômodos. Tudo depende da intensidade da inflamação ou o grau da infecção. Além disso, não fazer o tratamento de canal pode causar ainda mais dor no final das contas. Em alguns casos, a dor pode ser amenizada com medicamentos, em outros não.

O tratamento de canal pode ser feito em apenas uma sessão. No entanto, se houver complicações, esse número pode aumentar. A quantidade de sessões pode variar de acordo, também, com o grau de inflamação e infecção do canal, com a complexidade anatômica e também com o grau de dificuldade que cada caso possa apresentar.

Não são necessários muitos cuidados após o tratamento de canal. O ideal é apenas evitar mastigação em cima daquele dente afetado para que ele fique em repouso. No entanto, é provável que o paciente faça isso mesmo que inconscientemente.

O tratamento de canal não pode ser substituído, uma vez que o problema está na polpa do dente. A única forma de trata-la é através da endodontia. O único tratamento que pode substituir o tratamento endodôntico é a exodontia (extração do dente).

Após um tratamento endodôntico, o mais comum é que ele esteja curado e não seja preciso mais mexer nele. Inclusive, o tratamento endodôntico é o procedimento com maior taxa de sucesso na odontologia.

Gostaram do artigo? Visite nosso site e saiba mais sobre a endodontia.

Referências: Colgate, Colgate, Minha Vida, Minha Vida

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe!

WhatsApp chat