Você sabe o que é Laserterapia?

 A laserterapia é um procedimento muito eficaz para amenizar dores imediatas, prevenir inflamações, recuperar e evitar o avanço de muitas doenças bucais.

O laser é terapêutico e de baixa intensidade, além de ter ação anti-inflamatória, analgésica e incentivar a recuperação celular. Por ter baixa potência não possui contraindicação e cada vez mais tem sido utilizado nos pacientes somado a outros tratamentos convencionais, ou de forma isolada.

De uma forma mais simples, a laserterapia é utilizada para:

– Remover aftas;

– Fechar de feridas;

– Estimular a cicatrização óssea e de tecidos moles.

 

Indicações para o tratamento de laserterapia

 – Afta

A laserterapia alivia as dores da afta, aumenta a imunidade local do paciente e acelera a cicatrização da lesão no pós-operatório.

Pode ser usado ainda como prevenção para melhorar a qualidade da mucosa e diminuir a frequência de aftas, agindo não somente como regenerador, mas também como anti-inflamatório.

– Doença Periodontal

Ligado a um composto chamado fotossensibilizador, o laser terapêutico é um aliado considerável no batalha contra infecções orais por meio da terapia fotodinâmica (PDT).

O método possibilita a redução do uso de antibióticos, prevenindo a resistência microbiana e aliviando as doenças periodontais.

 – Temporomandibulares dtm (Disfunção Temporo Mandibular)

O procedimento tem ação analgésica, anti-inflamatória e relaxante muscular, além de melhorar a circulação sanguínea e reparar as fibras que foram prejudicadas.

Quem sofre com dores nessa região com ou sem estalos e restrições nos movimentos de abrir e fechar a boca pode recorrer ao tratamento com o laser para melhorar os sintomas de dtm.

 – Herpes Labial

No caso do vírus do herpes, a laserterapia pode ser realizada assim que aparecerem os primeiros sintomas como coceira na região dos lábios, ou quando já está estabelecida a lesão pelo aparecimento de bolhas e feridas.

O laser terapêutico reduz a carga viral, acelera a cicatrização, alivia a dor e reestrutura os tecidos traumatizados. A aplicação deve ser realizada por pelo menos três dias consecutivos e repetida quando as lesões aparecerem novamente.

 – Hipersensibilidade Dentinária

Os sinais e sintomas é uma dor originada de uma inflamação na polpa, em geral, associada a má posição da oclusão e o melhor tratamento é a remoção da causa. Com a aplicação a inflamação é reduzida e, em alguns casos, o problema é eliminado devolvendo a saúde bucal ao paciente.

A dor ou o incômodo causado pela hipersensibilidade dentinária pode melhorar com apenas uma aplicação de laser terapêutico, mas o tratamento pode variar entre três e cinco sessões.

 – Mucosite Oral

A mucosite é uma doença da boca provocada por quimioterapia e radioterapia e é um dos principais efeitos colaterais indesejáveis no tratamento do câncer. A dor associada a mucosite, prejudica a mastigação, a deglutição e freqüentemente é causa de interrupção temporária do tratamento e de atraso na recuperação do paciente.

A laserterapia pode e deve ser realizada de forma preventiva, antes do aparecimento de sintomas da mucosite. As aplicações do laser terapêutico podem ser feitas também para curar as lesões e eliminar dores e inflamações, mantendo a higiene bucal.

 

Além disso, a laserterapia serve para aliviar dores, tratar alveolit, atuar na bioestimulação óssea; reduzir edema e hiperemia (efeito anti-inflamatório, antiedematoso e normalizador circulatório).

Em casos de sensibilidade pós-preparo cavitário, a laserterapia elimina a sensação de desconforto, além de minimizar o tempo e melhorar a qualidade da reparação tecidual. O procedimento também reduz o mau hálito pois tem um efeito analgésico, cicatrizante e anti-inflamatório para o tratamento de canal (endodontia)

Por fim, a laserterapia também é indicada como ação antimicrobiana em bolsas periodontais e canais radiculares (quando utilizada a técnica da terapia fotodinâmica (PDT).

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe!

WhatsApp chat